sábado, 18 de maio de 2013

O fracasso de Glória Perez

A Rede Globo apostou no talento da autora de novelas Glória Perez e perdeu índices importantes de audiência no horário nobre.

A novela Salve Jorge estreiou rejeitada pela maioria dos brasileiros, porque seu nome fazia referência a uma entidade de religiões afros. O Facebook, o Twitter e blogs foram ferramentas utilizadas por brasileiros para expressar opinião como telespectadores, um meio de criticar a apologia religiosa da autora. O que fez com que do início até o último capítulo, em 17 de Maio de 2013, o folhetim recebesse enorme aversão de público. Apesar da emissora promover publicidade diária em portais da internet e programas televisos de culinárias em outros canais, o quadro negativo não se revertou.

Durante a sequência de capítulos, a média de pontos no Ibope foi de 34,3, bem abaixo para o histórico da emissora ao horário. A autora, indignada pelo desprezo do público a sua obra, usou o Twitter para ofender, digitou alegando que os promotores do boicote eram pessoas imbecís.

Com informações do Gospel +

E.A.G.

Nenhum comentário: